Você está aqui: Home » Futebol » Os 10 minutos que salvaram a vida do Emelec

Os 10 minutos que salvaram a vida do Emelec

Após ir perdendo durante toda a partida contra o Independiente Santa Fe, os 10 minutos finais foram vitais para a vitória do time elétrico com o craque Miler Bolaños.

O Santa Fe se mostrou muito forte na defesa o jogo inteiro e teve um ótimo desempenho no primeiro tempo. Já aos 10 minutos, Morelo teve a chance de abrir o placar para os colombianos com chute de pênalti, mas o goleiro argentino, Esteban Dreer, pegou a bola. Isso não abalou o Santa Fe, que no finalzinho do primeiro tempo, balançou a rede com gol de placa de Juan Roa.

O Emelec tentava por todos os lados penetrar a sólida defesa colombiana, mas sem ideias, o que acabou derivando em provar chutes de fora da área que deu resultado aos 35 minutos do segundo tempo com um golaço de Miler Bolaños.

Já com o empate, a intensidade do jogo mudou e ficou mais aberto, permitindo ao time equatoriano pisar no acelerador. Faltando poucos minutos para o final, é cobrado um pênalti na área do Santa Fe que Bolaños garantiu o segundo gol.

O triunfo e a alegria foi parcialmente opacada pela expulsão de Achiller nos minutos adicionais.
Na próxima terça-feira 29 será jogada a partida de volta na Colômbia e Santa Fe está obrigado a reverter o resultado se quiser fazer história na Sul-Americana.

Sul-americana Emelec

Foto: Miler Bolaños foi o craque da noite e garantiu a vitória do Emelec. (Foto: AP/Dolores Ochoa)

Os 10 minutos que salvaram a vida do Emelec
Votar