Você está aqui: Home » Futebol » Nos pênaltis, Santa Fé conquista a Copa Sul-Americana

Nos pênaltis, Santa Fé conquista a Copa Sul-Americana

Jogadores do Santa Fe vibram após erro na cobrança de Toranzo dando o título ao time colombiano.

Jogando no Estádio El Campín, em Bogotá, Santa Fé e Huracán voltaram a ficar no 0 a 0. Assim como no primeiro jogo da decisão, a grande final também não teve gol. Sendo assim, a decisão foi para a prorrogação, onde novamente não tivemos alteração no placar. A partida foi então para os pênaltis. Nas cobranças da marca da cal, o Santa Fé levou a melhor, convertendo 3 cobranças, contra apenas uma do Huracán e conquistando de maneira inédita o título da Copa Sul-Americana.

Assim como na primeira partida da decisão, a finalíssima não teve tantas chances claras de gol. A maior delas, talvez tenha acontecido no primeiro minuto, quando Ramon Ábila perdeu uma grande chance de colocar o Huracán na frente, desperdiçando quase debaixo da trave. Foi a melhor chance de todo o jogo, que sem alteração no placar, iria para a prorrogação.

No tempo extra, o Santa Fé teve a sua melhor chance no jogo. Após lance confuso dentro da área, Roa pega o rebote e tenta colocar por baixo das pernas do goleiro Marcos Díaz, que faz a defesa. Já nos minutos finais da partida, o árbitro brasileiro Héber Roberto Lopes expulsou o atacante Ábila, por agredir o zagueiro Meza.

A partida foi para os pênaltis e nas penalidades máximas, o Santa Fé levou a melhor. Omar Pérez, Luis Seijas e Leyvin Balanta converteram as suas cobranças. Já pelo lado do Huracán, Bogado, Nervo e Toranzo desperdiçaram.

A derrota do Huracán na Copa Sul-Americana de 2015, encerra a excelente fase dos clubes argentinos em torneios continentais. Desde 2013, apenas equipes argentinas haviam conquistado as competições internacionais da América do Sul.

Nos pênaltis, Santa Fé conquista a Copa Sul-Americana
Votar