Você está aqui: Home » Futebol » Chuva de gols na Copa Sul-Americana

Chuva de gols na Copa Sul-Americana

Foto: Jogadores do Junior comemoram um dos gols da goleada frente ao Melgar. (FOTO: AFP)

No segundo dia da Copa Sul-Americana tivemos 5 novos jogos em que o fato curioso foi que nenhum time visitante fez gol. Foram 3 triunfos dos times de casa e dois empates por 0 a 0.
Santiago Wanderers (Chi) recebeu na capital chilena o Libertad (Par). Em uma partida sem muita graça, que teve poucas jogadas de perigo e onde as defesas foram superiores aos ataques, o resultado por 0 a 0 era de se esperar. Libertad fez bem o seu negócio, esperou o ataque rival bem parado no campo de jogo e desse jeito contará com a vantagem de definir a classificação em sua casa. A jogada de gol mais clara da partida foi no segundo tempo quando Jorge Ormeño rebentou uma bola na trave do Libertad.

Depois disso, a partida esteve interrompida uns minutos pelo lançamento de bengalas por parte da torcida do Santiago Wanderers, mas a situação no campo de jogo pouco mudou, faltando ideias e consequentemente os gols.

O outro empate da noite foi entre Liga de Loja (Equ) e Independiente Santa Fé (Col). Já esta partida foi mais entretida e com várias jogadas de gols para ambas as equipes. Liga de Loja, quem está passando por um complicado momento no institucional, buscou o triunfo frente ao Independiente, mas os colombianos estavam bem parados no campo e responderam de boa maneira.

As duas equipes fizeram méritos para obter a vitória, mas o empate acaba deixando em melhores condições de classificação ao Independiente de Santa Fé, quem irá a definir a série em sua casa na semana que vem.

As restantes três partidas foram com vitórias, algumas delas com muitos gols e muita chuva, como no caso do Defensor Sporting (Uru) que venceu por 3 a 0 o Bolivar baixo um verdadeiro dilúvio em Montevidéu. Em uma noite onde realmente estava difícil para jogar futebol com tanta chuva, Defensor Sporting conseguiu se impor com goleada frente a seu rival boliviano, sabendo que a revanche será na altura de La Paz e os 3 gols podem até não ser tanta diferença assim. Desde o começo da partida, o time uruguaio foi mais agressivo, sendo o goleiro Quiñonez a grande figura do Bolivar, inclusive defendendo um pênalti chutado por Nicolás Olivera, mas que ficou fácil para Rabuñal mandar a bola para a rede.

Aos 11 minutos segundo tempo, o Defensor fez o segundo gol quando Quiñonez voltou a espalmar uma bola de Nicolás Olivera, mas o rebote voltou para o jogador que desta vez não errou e foi comemorar com os companheiros.

Com a expulsão de Miranda aos 23 minutos, a situação ficou mais complicada ainda para o Bolivar e Brian Lozano aproveitou para marcar o terceiro gol uruguaio que vem como um tanque de oxigênio para a partida de volta em La Paz.

Já no outro encontro entre paraguaios e chilenos, os primeiros voltaram a levar a melhor parte, mas desta vez com vitória. Olimpia venceu em casa por 2 a 0 ao Huachipato e vai sossegado jogar a revanche no Chile. A partida foi bastante parelha, com os chilenos jogando um bom futebol, mas com os paraguaios aproveitando todas as boas oportunidades que tiveram. Após um primeiro tempo sem gols, foi aos 7 minutos do segundo tempo que a bola sacudiu a rede com gol de José Núñez. Quinze minutos depois chegou o segundo gol com um chute forte e violento do uruguaio Alejandro Silva.

Se pensamos que Defensor e Olimpia estão perto da classificação, podemos afirmar que o Junior de Barranquilla (Col) já está dentro. O assunto é que o Junior goleou por 5 a 0 ao Melgar (Per). Os colombianos deram um show de bola, sem chances para o seu rival, ao ponto que no final do primeiro tempo a partida já ia 4 a 0. Em menos de 15 minutos o Melgar passou da terra ao inferno, com gols aos 23, 28, 33 e 36 minutos de jogo.

O segundo tempo foi outra história e Junior colocou o pé no acelerador já no finalzinho para cantar loteria com gol de Ortega. Semana que vem o Melgar terá uma quase impossível tarefa de reverter este resultado.

Chuva de gols na Copa Sul-Americana
Votar