Você está aqui: Home » Futebol » 5 jogos no primeiro dia da Copa Sul-Americana 2015

5 jogos no primeiro dia da Copa Sul-Americana 2015

Foto: O Nacional do Uruguai goleou por 3 a 0 o Oriente Petrolero na Bolívia. (Foto: Aizar Raldes/AFP)

O primeiro dia de jogo da Copa Sul-Americana 2015 esteve carregado de surpresas, principalmente porque dos 5 jogos, somente em dois deles pôde vencer o time de casa. Mas o maior destaque foi a goleada por 3 a 0 do Nacional (Uru) frente ao Oriente Petrolero (Bol) em Santa Cruz de la Sierra. Além desta vitória, também venceram a Universidad Católica (Chi) e Universitario (Peru). Os jogos entre Carabobo (Ven) x Tolima (Col) e Univesidad Católica (Equ) x Deportivo La Gauira (Ven) acabaram empatados.

O primeiro jogo da 14º edição da Copa Sul-Americana foi entre Universidad Católica (Equ) e Deportivo La Guaira (Ven), com um empate de 1 a 1 no Estádio Atahualpa do Equador. Os equatorianos começaram vencendo aos 24 minutos do primeiro tempo graças a uma duvidosa falta dentro da área do time venezuelano que o árbitro marcou pênalti e o argentino Facundo Martínez não duvidou em sacudir a rede e abrir o placar.

Mas o time de casa não soube manter a vantagem e acabou pagando caro, já que o time venezuelano começou a botar pressão encima da Católica e aos 38 minutos do segundo tempo Daniel Benítez marcou o empate que deu mais vantagem ao La Guaira que deverá definir em casa a vaga para a segunda fase.

A outra Universidad Católica, a chilena, jogou praticamente na mesma hora e teve melhor sorte que seu xará equatoriano, ao vencer por 1 a 0 o Danubio (Uru) com gol de Roberto Gutiérrez aos 39 minutos do segundo tempo. Os uruguaios fizeram um ótimo jogo tático defensivo até o minuto 33 do segundo tempo, quando Agustín Peña levou cartão vermelho e o time ficou com 10 jogadores. Os chilenos se aproveitaram de contar com um jogador a mais e pisaram no acelerador até conseguir o único gol da partida que deu certa tranquilidade ao time. Na semana que vem jogarão a partida de volta no Uruguai, onde Danubio deverá reverter o resultado se quiser passar à segunda fase.

O outro time venezuelano que debutou ontem foi o Carabobo, quem empatou em casa por 0 a 0 com o Tolima da Colômbia. O Carabobo jogou melhor que o Tolima, principalmente nos primeiros 30 minutos, mas a ordem tática do time visitante foi tão boa que não deu chances aos venezuelanos. Agora a classificação deverá ser definida na Colômbia na semana que vem.

E como dizíamos no começo da matéria, o jogou mais importante da noite acabou sendo a visita do Nacional (Uru) ao Oriente Petrolero (Bol). A equipe uruguaia enfrentou o seu rival com todo o seu peso histórico como um dos grandes clubes da América e desse jeito venceu sem problemas goleando. Desde o começo da partida dominou o jogo. Aos 38 minutos José Aja aproveitou um escanteio para abrir o placar e na última jogada do primeiro tempo, foi a vez de Fernando Barcia ampliar o resultado.

Para amargar ainda mais a noite dos bolivianos, aos 18 minutos do segundo tempo, Saucedo acabou vendo o cartão vermelho, deixando muitos espaços para o contra-ataque do Nacional quem não demorou em aumentar ainda mais o resultado. Seis minutos depois, Ronald Raldes faz em contra o terceiro gol acabando assim o jogo e deixando desse jeito o time boliviano quase sem chances de classificação, porque somente uma catástrofe poderia deixar o Nacional de fora da segunda fase, já que na semana que vem joga no seu Estádio com toda sua torcida.

A última partida da noite foi no Peru e foi toda uma festa. O Universitario de Deportes venceu por 3 a 1 o Deportivo Anzoategui (Ven) e assim nenhum dos três times venezuelanos que jogaram ontem à noite puderam vencer.

A vitória de ontem é um ótimo ânimo ao time peruano que vem se dando mal no torneio local e praticamente já tem o seu lugar confirmado na segunda fase da Sul-Americana. Desde o começo da partida o time peruano foi melhor e aos 12 minutos o uruguaio Henry Giménez abriu o placar. Aos 28 minutos Ángel Romero marcou o segundo gol, trazendo tranquilidade para o time de casa.

E no segundo tempo as coisas seguiriam pelo mesmo rumo. Onze minutos bastariam para que o argentino Germán Alemanno ampliasse o placar, mas 3 minutos depois chegou o valioso gol do Anzoategui por conta do panamenho Edwin Aguilar. As chances de fazer um segundo gol se viram anuladas quando aos 26 minutos Araguainamo viu o cartão vermelho e os venezuelanos tiveram que se virar durante o resto do segundo tempo com um jogador a menos.

Na semana que vem temos os jogos de volta que definirão os que classificarão e tudo pode acontecer.

5 jogos no primeiro dia da Copa Sul-Americana 2015
Votar